top of page
Platôs 2022 - Por Diogo Liberano.jpg

Fotografia de Diogo Liberano

 

Platôs anteriores

Dramaturgias em platô #1 e #2

De março a dezembro de 2020

Encontros pelo Zoom
Com Diogo Liberano

Dramaturgias em platô #3 e #4

De março a dezembro de 2021

Encontros pelo Zoom
Com Diogo Liberano

Dramaturgia e performance em platô #5

De agosto a novembro de 2021
Encontros pelo Zoom

Com Diogo Liberano e Flávia Naves

Dramaturgia em platô #6
De junho a dezembro de 2022
Encontros pelo Zoom
Com Diogo Liberano

Filosofia em platô #7

De junho a dezembro de 2022
Encontros pelo Zoom
Com Diogo Liberano

Dramaturgia em platô #8
De fevereiro a julho de 2023
Encontros presenciais (Porto, Portugal)
Com Diogo Liberano

Dramaturgia em platô #9
De junho a dezembro de 2023
Encontros pelo Zoom
Com Diogo Liberano

Platôs

O que são os platôs?

Turmas dedicadas ao estudo de algum tópico específico (arte da performance, dramaturgia, filosofia etc.). Nesse sentido, platôs são planaltos que colocam em relevo tópicos para além de um sentido mais imediato e primeiro que eles possam ter. Ao colocar a dramaturgia em platô, por exemplo, buscamos abordá-la de modos diferenciais que multipliquem os olhares sobre o que foi, o que é e aquilo que pode vir a ser uma dramaturgia.

Como, então, conceber um espaço-tempo propício à investigação de um determinado tópico sem antecipar os sentidos ou fechar as possibilidades?

Regiões de intensidade contínua

Na filosofia dos franceses Gilles Deleuze e Félix Guattari, os platôs são pedaços de imanência, ou seja, "regiões de intensidade contínua, que são constituídas de tal maneira que não se deixam interromper por uma terminação exterior, como também não se deixam ir em direção a um ponto culminante".

Em nossos platôs, não estamos a serviço de idealizações ou projeções, mas sim daquilo que determinado encontro de pessoas e pensamentos pode gerar. Não trabalhamos com falta. A imanência está no sentido do próprio caminhar e não nos resultados que, de um jeito ou de outro, acabam por chegar.

Deleuze e Guattari sugerem que um platô "é um componente de passagem". Eis um propósito: ser uma passagem desinteressada em fechar, pegar ou prender o que estudamos. Interessa-nos mover uma prática ou um conjunto de práticas singular para cada participante e que, ao mesmo tempo, consiga reunir com alegria uma diversidade de pontos de vista e modos de fazer.

Platôs em 2024

 

Dramaturgia em platô #10

De 01 a 15 de fevereiro de 2024, estiveram abertas as inscrições para a Dramaturgia em platô #10, curso com Diogo Liberano que acontece de 17 de fevereiro a 27 de julho, sempre aos sábados, e pelo Zoom: das 10h30 às 13h (horário do Brasil) e, simultaneamente, das 13h30 às 16h (horário de Portugal).

Saiba mais clicando aqui.

bottom of page